HOSPEDADO NA TASK -
HOSPEDAGEM DE SITE
E-MAIL PROFISSIONAL
REGISTRO DE DOMÍNIOS
SERVIDOR VIRTUAL
HOSPEDAGEM DE SERVIDOR

postheadericon Homus Tahine – Receita Original Libanesa

Homus Tahine

Pessoal, como vai?

Pra quem não sabe, eu sou descendente de libaneses, e como todo bom descendente, gosto de manter a originalidade das receitas de família. Por isso reproduzi a receita da minha avó e da minha tia para o Homus,  e posso garantir que o que elas fazem é o melhor que já comi.

Quase todas as receitas que vemos por aí de Homus coloca-se alho, cominho e até com canela já vi. A receita que venho compartilhar com vocês não tem nada disso, é a mesma que a minha bisavó que veio do Líbano fazia e as gerações subsequentes seguiram.

Anotem os ingredientes e mãos a obra.

Ingredientes:

  • 250 g de grão de bico.
  • 1 colher e 1/2 (sopa) de Tahine (Pasta de Gergelim. Eu não ganho nada pra fazer propaganda pra ninguém, mas para preservar a qualidade da receita, eu digo que dou preferência ao Tahine da marca Istambul, pois os outros que já usei, que não são dessa marca, são uma pasta mais mole e tem gosto de amendoim, o que com certeza comprometerá o resultado final do seu Homus. Este da marca Istambul é difícil até pra tirar da latinha com a colher porque é bem firme e tem o gosto original concentrado do gergelim.)
  • Caldo do cozimento do grão de bico (o quanto baste para dar consistência ao Homus e facilitar na hora de bater no liquidificador)
  • Azeite (o quanto baste para dar consistência ao Homus e facilitar na hora de bater no liquidificador)
  • Sal, a gosto
  • Pimenta do reino, a gosto
  • Fondor, a gosto
  • Suco de 1 limão médio (se você gostar menos azedinho, coloque primeiro só o suco de meio limão e prove, se achar que pode colocar a outra metade, siga em frente. Eu particularmente gosto dele mais azedinho e coloco o limão inteiro.)

Modo de Fazer:

  1. Comece lavando o grão de bico cru e deixando-o de molho em água por cerca de 12 horas ou mais. (Eu geralmente coloco ele de molho de manhã pra fazer a noite, ou a noite pra fazer no dia seguinte pela manhã)
  2. Cozinhe o grão de bico na panela de pressão por apenas 15 minutos após a panela começar a chiar, não queremos que o grão de bico fique cozido a ponto de desmanchar.
  3. Escorra o grão de bico e reserve o caldo do cozimento do mesmo.
  4. Com um liquidificador ou processador (eu tenho os dois, mas prefiro o liquidificador com 4 pás, que o processador com apenas 2 lâminas, pois se você tiver paciência, o liquidificador dará a textura pastosa homogenia ao Homus, já o processador não e eu não gosto de Homus “encaroçado”)
  5. Coloque o grão de bico cozido aos poucos no liquidificador e vá batendo para se formar uma pasta lisa e homogênea. Se você colocar o grão de bico todo de uma vez no liquidificador, vai ser mais difícil bater tudo de uma vez além de demorar bem mais até você conseguir a consistência de pasta lisa e homogênea do todo.
  6. Para ajudar a se formar uma pasta lisa, vou colocando sempre um pouquinho do caldo do cozimento do grão de bico e um pouquinho de azeite (pouquinho mesmo tá gente? só pra ajudar no processo de batida, pois se batermos o grão de bico seco no liquidificador, nunca vai virar uma pasta lisa no liquidificador, porque não terá nada liquido para ajudar a dar liga), bato um pouco, paro e abro o liquidificador para misturar com a colher, faço isso quantas vezes precisar, até obter minha pasta lisinha, sem nenhum grumo ou caroço. É preciso ter paciência nesta hora, pois você realmente tem que bater um pouco e parar para misturar toda hora. O homus não é uma pasta leve como maionese por exemplo, que o liquidificador bate com facilidade, pelo contrário, ele é uma pasta lisa e homogênea, porém densa e pesada para o liquidificador bater com a mesma facilidade e fluidez da maionese.
  7. Após formar-se a pasta no liquidificador é hora de colocar o tahine e bater de novo para que fique bem misturado.
  8. Feito isso tempere com Sal a gosto, pimenta do reino e mais azeite (sempre coloco fondor também, mas não é obrigatório, vai do gosto da pessoa). Misture e prove. Corrija o sal e a pimenta se necessário for.
  9. Deixe pra misturar o suco do limão por último, coloque primeiro suco de meio limão e prove, se gostar dele mais azedinho, coloque a outra metade.
  10. Sirva em temperatura ambiente ou gelado, com pão árabe ou torradas, com um pouco de pimenta do reino e azeite por cima pra ornamentar (é só pra ornamentar viu gente? Não queremos o homus servido como uma sopa no azeite.)

Rendimento: 650 g de Homus Tahine

Eu procuro sempre explicar as receitas aqui nos mínimos detalhes, mas caso ainda apareçam dúvidas na hora de colocá-las em prática (elas sempre aparecem), não deixem de mandar um e-mail para contato@natvegi.com.br ou deixar uma mensagem no Facebook (facebook.com/cozinhadanat), terei o maior prazer em responder.

Print Friendly, PDF & Email

12 Respostas para “Homus Tahine – Receita Original Libanesa”

  • amanda:

    qual é a receita original do tahine?

    • Nathalia Vegi:

      Amanda, como vai?! Obrigada pelo seu comentário!
      A receita de Tahine que a minha família costuma fazer nada mais é do que sementes de gergelim pelado e tostadas, batidas no processador ou liquidificador até que virem uma pasta.
      Se você quiser fazer em casa, pode pegar 250g mais ou menos de gergelim pelado, e tostar ele na frigideira ou no forno (mas não pode deixar queimar, quando sentir aquele cheirinho gostoso de amendoim torrado, ele estará tostado). Depois só bater as sementes no processador ou liquidificados por cerca de 10 a 20 minutos, alternando entre ligar e desligar e ir mexendo com uma espátula nos intervalos quando desliga. (tem que ter paciência, mas dá certo!) No inicio vai parecer uma farofa, mas depois que você continua batendo, o gergelim vai soltando o óleo e forma-se uma pasta. Não precisa adicionar óleo nem água a mistura, é só ter paciência mesmo de bater as sementes que elas se transformam na pasta deliciosa de gergelim que chamamos de Tahine.
      Um beijo e obrigada pela visita!

  • Wilson Tremonte:

    Bom dia.
    adorei a receita, adorei o jeito de explicar.
    Ficou ums duvids…
    E a casca (pele) do grão de bico, tira ou bate com tudo ?

    Obrigado

    • Nathalia Vegi:

      Bom dia Wilson, tudo bem?!
      Obrigada pelo elogio e obrigada pela visita no site.
      Sobre a dúvida da Casca do Grão de Bico, há quem goste de tirar e fica até mais fácil um pouco pra bater e ficar com aquela textura lisinha.
      Na minha receita eu não tirei, por isso demorou um pouco mais pra conseguir a consistência lisinha do Homus na hora de bater. Então com relação ao sabor, não vai fazer diferença se você tirar ou não, é mais uma questão de ter paciência pra tirar a casca ou não.
      Qualquer outra dúvida, estou a disposição.
      Um abraço!

  • Wilson Tremonte:

    Caramba!!!!
    Extremamente esclarecedora.
    Primeira vez que recebo uma resposta tão clara e objetiva.
    Muito obrigado
    PARABÉNS.

    • Nathalia Vegi:

      Obrigada Wilson! Estou sempre me esforçando pra ajudar os leitores a executar as receitas de forma que elas se tornem mais fáceis, não precisando ter nenhum tipo de habilidade de super cozinheiro pra isso. Qualquer outra dúvida, estou a disposição! Um abraço!

  • Carla Bassino:

    Oi, achei muito boa a explicação da receita, porem fiquei em dúvid, pois nos ingredientes VC indicou Fondor, mas abaixo não mencionou, podemos não colocar?
    Ainda não fiz a receita, fico no aguardo
    Obrigada
    Carla

    • Nathalia Vegi:

      Oi Carla, como vai?
      Desculpa, foi erro meu não mencionar, acabei de ajustar a receita. Mas é o seguinte, se você não quiser colocar, não é obrigatório, o fondor eu utilizo como um “up” pra receita, é mais uma opção pessoal minha, mas apenas com sal fica gostoso também. Qualquer dúvida, estou a disposição e muito obrigada pelos elogios.

  • ana:

    Como uma receita, que dizem ser original Libanesa, vai ter fondor?
    se colocar alho fica com gosto de pão de alho.
    Eu conheço uma libanesa que faz só com pimenta siria, limão, tahine, sal e muito azeite. Acho que ela nem coloca agua para bater é só azeite mesmo!

    • Nathalia Vegi:

      O fondor é uma opção minha, está bem claro que é opcional. Sobre a água, utilizo a do cozimento do grão de bico, pois também por uma questão de gosto, não gosto e nem acho muito saudável colocar tanto azeite pra conseguir bater o grão de bico, que diga-se de passagem, é uma massa muito densa caso não tenha algum líquido para ajudar na fluidificação.

  • Gisele:

    Olá, adorei as receitas! Gostaria de saber sobre a tahine caseira como devo guarda-lá e por quanto tempo?? Obrigada!

    • Nathalia Vegi:

      Oi Gisele como vai? Obrigada por sua visita. Sobre o Tahine Caseiro, guardando em um pote hermético eu já conservei por 1 mês na geladeira, mais que isso nunca testei.

Deixe um comentário

Arquivos