HOSPEDADO NA TASK -
HOSPEDAGEM DE SITE
E-MAIL PROFISSIONAL
REGISTRO DE DOMÍNIOS
SERVIDOR VIRTUAL
HOSPEDAGEM DE SERVIDOR

postheadericon O Molho ideal para cada tipo e formato de Massa

massas1

Italianos são bastante rigorosos quando o assunto é massa. No País da bota, cortar macarrão ou servi-lo cozido demais é pecado. Mas isso não é tudo. Muita gente não sabe, mas há regras também para misturar molhos ou ingredientes extras ao prato. E isso não é frescura, faz toda a diferença no resultado final.

O macarrão é uma receita super versátil, devido às inúmeras formas e combinações de molhos possíveis e adequados para qualquer ocasião, seja uma refeição do dia a dia, seja um jantar sofisticado.

Mas você sabe definir qual o molho ideal para cada tipo e formato de massa? Não?! Então vamos aprender juntos!

Depois de muito pesquisar, procurei reunir neste post informações do molho ideal para cada formato e tipo de massa, onde vamos considerar o formato como o desenho da massa (espaguete, penne, parafuso, dentre outros) e o tipo de macarrão consideraremos como massa seca (industrializada), fresca ou recheada.

  • Vamos começar falando sobre o molho ideal, de acordo com o formato da massa:

O fato de as massas terem desenhos diferentes não é só charme. Cada formato é pensado para determinado molho, e a combinação certa vai resultar em pratos equilibrados e muito mais saborosos.

Como regra básica, os molhos mais cremosos e viscosos são adequados para os macarrões mais grossos e de formatos curtos como penne e parafuso, enquanto os molhos mais líquidos ficam melhores com macarrões mais finos e compridos como o espaguete.

“Massas curtas são ideais para saladas e vão bem com molhos pedaçudos”

Abaixo preparei uma tabelinha com as indicações dos melhores molhos de acordo com o formato da massa a ser feita:

molhos

  • Considerando o tipo da massa para a escolha do molho adequado:

As massas secas, normalmente industrializadas, não têm sabor muito definido, mas absorvem bastante o tempero. Por isso, vão bem com molhos marcantes como tomates, azeite, alho, ervas, frutos do mar e tudo o que dê personalidade a elas.

As massas frescas, aquelas feitas com ovos, são muito mais delicadas. Portanto, ficam melhores com molhos suaves, legumes ou simplesmente com manteiga.

Já as recheadas, como ravióli, canelone e rondeli, ficam mais gostosas se preparadas no forno e vão bem com molhos ao sugo, bolonhesa ou outros à base de queijo. Dá também para brincar com misturas leves como tomates e azeitonas ou apostar em um molho rose, junção de molho branco e vermelho. O importante, aqui, é manter o equilíbrio e evitar ingredientes de sabor muito forte.

Por fim, vale dizer que nem todo macarrão combina com queijo ralado. Esse acessório vai bem com os molhos vermelhos e alguns cremosos e, mesmo assim, se bem dosado. Sair despejando parmesão no prato pode acabar estragando a combinação, e fazendo sofrer o coração dos italianos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

Arquivos